Cão guia - Os pets que servem como olhos para o tutor


O cão guia, também chamado de cachorro assistente, dá um novo significado à expressão “melhor amigo do homem”. Estes pets são cuidadosamente treinados para aumentar a qualidade de vida de pessoas com deficiência, oferecendo independência e a oportunidade de viver sem a necessidade de ter auxílio constante de profissionais ou membros da família.


Mas, afinal, o que é um cão guia? Podemos definir como qualquer cachorro treinado para prestar assistência a um indivíduo com uma deficiência. É um animal de serviço com o qual é permitido ir a qualquer lugar que uma pessoa quiser, onde por lei eles tem acesso completo a edifícios comerciais, restaurantes, bibliotecas, supermercados, locais religiosos, sistemas de transporte ou qualquer outra área pública.


Como é o adestramento para o cão guia?

Os cães guia são treinados para se tornarem os olhos ou ouvidos de uma pessoa. Suas habilidades incluem liderar em uma linha reta, parando para todas as mudanças em seu caminho (como calçadas ou escadas) e evitando impedimentos. Cabe à pessoa determinar as rotas que eles tomam e se é seguro atravessar uma rua, por exemplo. E é por meio da repetição que estes pets podem se lembrar de um trajeto rotineiro.


É trabalho do tutor saber onde eles estão em todos os momentos, entretanto, em caso de alguma falha de caminho, estes animais também são treinados para a “desobediência inteligente”, o que significa que se for dado um comando que colocaria o seu tutor em perigo, eles são ensinados a não obedecerem.


No caso da surdez, o cachorro guia é adestrado para proteger as pessoas com deficiência auditiva, alertando-as para uma variedade de sons domésticos, incluindo campainha, despertador, timer do forno, telefone, choro do bebê, chamada de nome ou alarme de fumaça. Eles são educados para fazerem contato físico e levarem seus parceiros surdos para a causa do som.


Em ambientes abertos estes cães auxiliam as pessoas surdas a se tornarem mais conscientes do local, respondendo a ruídos que por sua vez alertam os seus donos sobre o que acontece ao redor. Também conhecidos como cães auditivos, trazem bem-estar às pessoas, que podem ir e vir somente com seu pet de estimação especial.


Quem pode ter um cão guia?

Estes animais são treinados para ajudar pessoas com diversas necessidades, além das deficiências visuais e auditivas. Isto inclui os que estão em cadeiras de rodas, com doenças mentais ou acometidas de alguma condição médica considerada grave.

Os cães de segurança são submetidos a um treinamento específico para realizar várias tarefas, como carregar uma máquina de lavar roupa, ligar e desligar luzes, recuperar objetos, abrir e fechar portas, latir para indicar que é necessária ajuda em alguma ocasião, encontrar outra pessoa e levá-los ao seu tutor, entre outros.

Além disso, se a pessoa tem de tomar medicamentos prescritos, ele puxa a cadeira de rodas quando adestrado para avisar determinadas horas do dia, aprendendo a detectar anomalias no dia a dia do tutor, como baixo nível de açúcar no sangue, alergias alimentares e muitas outras tarefas necessárias para uma pessoa com deficiência. Sendo assim, ele também sabe quando deve buscar ajuda se algo estiver fora dos padrões.


Cão guia – Um longo treinamento!

Como é um trabalho exclusivo, os cachorros guias são treinados durante um período de 18 meses a 2 anos, até aprenderem as tarefas específicas para se tornar o parceiro de vida de alguém. Isto também acontece com a pessoa, que é instruída a viver e trabalhar com seu parceiro canino.


Antes de iniciar o adestramento, o pet tem de atingir 8 semanas de vida, podendo fechar o círculo do treino quando atingirem entre 14 a 18 meses neste aprendizado, o que irá depender de cada caso.


Quem necessita de um cão treinado para ser guia precisa entrar na fila de instituições filantrópicas ou governamentais para fazer o requerimento. Há empresas particulares que oferecem este serviço, mas lembre-se sempre de conferir a idoneidade de cada empresa antes.


Uma dica: os filhotes em treinamento usam um bandana especial, as quais indicam que eles estão “trabalhando”. Da mesma forma, os cães de assistência podem ser identificados por uma jaqueta ou mochila especiais, o que é a “carteira de identidade” dele para a livre movimentação em todos os lugares juntamente ao seu dono.




Cão guia - Os pets que servem como olhos para o tutor. Petz. Disponível em: < https://www.petz.com.br/blog/pets/cao-guia/>. Acesso em: 24 de abril de 2019.


Nossas redes sociais

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco

Endereço

Rua Albion, 632 

Lapa​​, São Paulo

CEP 05077-130

Contato

(11) 3462-8243

sac@petstick.com.br

Funcionamento

Segunda a sexta das 8h as 17h

By Amanda Belucio Godoi

Gtrade Importação e Comércio LTDA. | CNPJ: 16.800.676/0001-08